O Gerenciamento de Dados Geoespaciais Não é Fácil

O aumento na resolução de vídeo, os progressos rápidos nas tecnologias de sensores, a democratização das imagens de satélite com pequenos satélites e as inovações na fusão de dados – tudo isso constitui uma oportunidade. Mas esses avanços tecnológicos introduziram desafios no que respeita o armazenamento, já que as organizações sentem grandes dificuldades para conseguir acompanhar o ritmo do enorme afluxo de imagens.

As equipes geoespaciais necessitam hoje de captura de alta velocidade e de acesso compartilhado a dados críticos, em uma escala nunca vista antes.

Transforme os Dados em Informações Acionáveis com um Armazenamento de Alta Velocidade

Quer a missão seja de defesa, inteligência, resposta a emergências ou ajuda humanitária: os analistas geoespaciais necessitam captar imagens, fundir diferentes fontes de dados, criar uma visão comum da operação – e transformar os dados de ISR em informações acionáveis.

Uma vez que os sensores e imagens atuais são todos baseados na localização, as coordenadas geoespaciais fornecem o denominador comum usado pelas aplicações de SIG para fundir dados. E embora o SIG tenha um papel central na melhoria do conhecimento da situação, o armazenamento compartilhado de alto desempenho também é necessário para garantir que as equipes geoespaciais têm acesso aos dados críticos de que necessitam – onde, quando e como precisam deles.

Focalizado em Permitir Fluxos de Trabalho Geoespaciais

Captura de Alta Velocidade

Os fluxos de trabalho geoespaciais têm os requisitos mais extremos de captura e acesso rápidos. O armazenamento de alta velocidade da Quantum acelera os fluxos de trabalho e aumenta o número de projetos que podem ser gerenciados.

Acesso Compartilhado Para Todos

A Inteligência é um esporte coletivo. Quer sua equipe tenha dezenas, centenas ou milhares de usuários que necessitem de acesso compartilhado a dados, o StorNext disponibiliza-o com compartilhamento de arquivos via SAN e LAN, bem como nuvem.

Grande Escalabilidade – Escala de Petabytes

O crescimento de dados é um fato, especialmente com dados geoespaciais: Mais satélites, mais sensores, mais arquivos e arquivos maiores. As equipes geoespaciais atuais necessitam de soluções de armazenamento que escalem mais e mais – e isso de forma econômica.

Economia do Armazenamento em Camadas

Para gerenciar o crescimento de dados atual, você não necessita somente de escalabilidade – você necessita de escalabilidade econômica. Com o armazenamento em camadas da Quantum, você obtém armazenamento em camadas e acesso econômicos a arquivos armazenados em SSD, disco, armazenamento de objetos, fita ou nuvem.

Concebido para os Desafios dos Arquivos Geoespaciais Atuais

O valor a longo prazo dos dados geoespaciais reside muitas vezes na possibilidade de eles serem explorados no futuro – não somente quando são coletados. É por isso que é importante preservar dados críticos da missão para análise futura, com uma solução de armazenamento escalável que equilibre de maneira ideal o desempenho, o acesso e a economia. A capacidade de fazer corresponder a tecnologia de armazenamento correta com os dados corretos, no momento certo, proporciona grandes benefícios econômicos perante o enorme crescimento atual de dados.

Quando se está gerenciando arquivos à escala de petabytes e é necessário assegurar que os dados são preservados de modo a poderem ser conectados a algum evento futuro, a solução ideal de armazenamento escalável é inestimável.

Saiba mais

Conectando os Pontos nos Seus Dados – Gizes de Cera Não Incluídos

O objetivo da GEOINT atualmente é o mesmo de sempre: retirar inteligência útil dos dados. E apesar da inovação estar em todo o lado – em pequenos satélites, vídeos 4K, sensores, serviços móveis, e na analítica e nos dados, ou seja, software que permite a descoberta – toda esta inovação está criando uma tonelada de dados que necessitam ser gerenciados, analisados e conectados.

E é por isso que demos uma palestra na GEOINT para explorar os desafios que as pessoas enfrentam conectando todos esses pontos – e o maior desafio que é reconhecer que padrões de pontos conectados são significativos. Perdeu a palestra? Não tem problema.

Leia o blog

O Compartilhamento dos Dados Permite uma Visão Comum da Operação

A colaboração é uma prioridade de topo para os analistas geoespaciais. E o armazenamento de fluxo de trabalho Xcellis foi concebido para permitir acesso compartilhado de alto desempenho aos arquivos 09– 09com diferentes topologias de rede, sistemas operacionais dos clientes e protocolos de compartilhamento de arquivos. Não é invulgar que sistemas de arquivos StorNext sejam compartilhados por centenas de usuários – e agora, com o armazenamento de objetos Lattus, os dados StorNext podem também ser compartilhados usando a nuvem e protocolos HTTP REST. Nenhuma outra plataforma de armazenamento proporciona o nível de colaboração que é possível com o StorNext 5.

Os Clientes Geoespaciais Confiam na Quantum

Estudo de caso do StorNext da Quantum sobre a observação da terra da NASA

Todos os Dias, os Satélites da NASA Transmitem Terabytes de Dados Científicos

Sobre a Terra, os oceanos e a atmosfera. Esses dados necessitam ser processados e disponibilizados aos pesquisadores do clima de todo o mundo.

Veja a história deles

Contate Um de Nossos Peritos em Armazenamento Geoespacial